MUTAÇÕES DO VISÍVEL
Da comunicação de massa à comunicação em rede

Dênis de Moraes (organizador)

O compromisso essencial deste livro é analisar mutações de uma época de comunicação generalizada e em rede, na qual a vida social, as mentalidades, os valores e os processos culturais parecem definitivamente vinculados a telas, monitores e ambientes virtuais, sob o imperativo da cultura tecnológica e da midiatização.
Para enfrentar este quadro desafiador, Dênis de Moraes reúne um elenco de intelectuais que se destacam internacionalmente no exame de perspectivas, contradições e dilemas na órbita da multiplicação de canais, redes, sistemas, plataformas, circuitos infoeletrônicos, suportes e dispositivos.
O livro oferece um conjunto de reflexões sobre temas que aguardavam por análises aprofundadas, tais como: modelos de mediação na interseção da comunicação de massa com a comunicação em rede; os condicionantes da geração de conteúdos no capitalismo tecnológico; a incessante circulação de informações, saberes e entretenimentos em condições desiguais de acesso, assimilação e resposta; formas de hegemonia e contra-hegemonia que se defrontam na arena simbólica; concentração monopólica nos setores infocomunicacionais e o requisito da regulação pública; estratégias midiatizadas de celebração e consagração no campo jornalístico; ideologia e representação simbólica no ciberespaço; realinhamentos culturais e educativos nas redes planetárias; e fronteiras de sociabilidade e criatividade no entorno digital.
No prefácio, o cientista político Marco Aurélio Nogueira assim avalia a obra: “Mutações do visível traduz com competência os desafios que o mundo atual está experimentando no estratégico e sempre mais central setor da comunicação e da informação. Há nele uma combinação bem-sucedida de enfoques distintos que buscam convergir para uma mesma zona de embate crítico. São reflexões que privilegiam o que existe de protagonismo da mídia sem descuidar das disputas de sentido e das lutas por hegemonia que atravessam o campo da comunicação. Essa é sua força, e nisso repousa sua enorme utilidade.”

Da comunicação em massa à comunicação em rede: modelos comunicacionais e a sociedade de informação Gustavo Cardoso

Midiatização e produção tecnológico-simbólica no capitalismo contemporâneoValério Cruz Brittos

Gramsci e as mutações do visível: comunicação e hegemonia no tempo presente Dênis de Moraes

Transformações do campo jornalístico na sociedade midiatizada: as estratégias de celebração e consagração Antônio Fausto Neto

Mutações na superfície e mudanças estruturais: América Latina no Parnaso informacional Martín Becerra

A questão das tecnologias de comunicação: novas perspectivas Bernard Miège

Criatividade, inovação e cultura digital: um mapa de suas interações Manuel Castells

É possível uma estética das tecnologias da comunicação? Lorenzo Vilches

Convergência digital e diversidade culturalJesús Martín-Barbero

Sobre o organizador
Dênis de Moraes nasceu no Rio de Janeiro em 1954. É doutor em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e pós-doutor pelo Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales (CLACSO), sediado em Buenos Aires, Argentina. É professor associado do Departamento de Estudos Culturais e Mídia e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal Fluminense e pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) e da Fundação Ford. Autor e organizador de diversos livros, entre os quais A batalha da mídia: governos progressistas e políticas de comunicação na América Latina e outros ensaios (Pão e Rosas, 2009), Sociedade midiatizada (Mauad, 2006), Combates e utopias: os intelectuais num mundo em crise (Record, 2004), Por uma outra comunicação: mídia, mundialização cultural e poder (Record, 2003), O concreto e o virtual: mídia, cultura e tecnologia (DP&A, 2001) e O planeta mídia: tendências da comunicação na era global (Letra Livre, 1998). Tem três livros publicados no Exterior: Sociedad mediatizada (Barcelona: Gedisa, 2007), Cultura mediática y poder mundial (Buenos Aires: Norma, 2006) e Por otra comunicación: medios, globalización cultural y poder (Barcelona: Icaria/Intermon, 2005). Foi contemplado com o Prêmio Cientista do Nosso Estado 2009 pela FAPERJ e com o Premio Internacional de Ensayo Pensar a Contracorriente 2010 pelo Ministerio de la Cultura de Cuba.

Anuncios